2010-10-10

xadrez

jogar xadrez é fácil e não é fácil... jametinhamdito!

requer o conhecimento elementar das regras da modalidade e um espírito aguçado de rigor, disciplina e inventiva que apaixona os estudiosos e afasta muitas pessoas

além do jogo em si, contém um conjunto de ingredientes que o tornam atractivo e desafiante, com benefícios para a vida concreta dos praticantes, induzindo à destreza mental muito para além do mero exercício de raciocínio, à interiorização do conceito de aperfeiçoamento pessoal e, sobretudo, à capacidade de aprender, da maior utilidade para todas as actividades humanas!!

como particularidade, entre outras, constitui uma linguagem: pode jogar-se entre falantes de línguas diferentes e até os não falantes o podem praticar, tal aliás como os invisuais - mesmo antes do advento dos computadores, estudava-se xadrez por livros russos, franceses, espanhóis e latino-americanos, alemães e americanos

para o efeito, facilita muito o sistema de notação: há vários, sendo o mais comum o que identifica as casas do tabuleiro pela numeração - de 1 a 8 - das linhas, sendo as colunas designadas pelas letras iniciais do alfabeto, de "a" a "h", de tal modo que qualquer quadrícula é indicada pela combinação de uma letra e um número - e as peças pelas respectivas iniciais ou pelos seus símbolos

ou seja, uma vez registados os lances jogados (ou analisados) pode reconstituir-se inteligivelmente uma partida de xadrez ou uma determinada posição

um factor de crescente importância é o tempo - tradicionalmente, associava-se o xadrez a um jogo demorado ou mesmo interminável, em que até se chegava a ouvir a pele dos jogadores a renovar-se, eh eh ... mas a realidade é que hoje em dia mesmo nos torneios mais fortes os jogadores estão sujeitos a ritmos (obrigatoriedade de cumprir tantos lances em xis tempo - ainda que haja modalidades em que é atribuído um incremento de tempo por cada lance jogado) cada vez mais exigentes e, não raro, variáveis (de exigência acrescida, ou seja, mais rápidos) a partir de certo ponto da partida ou do torneio, por exemplo para efeito de desempates

prova fácil é o que se pode verificar nos jogos on line, jogados em computador via internet, em sites apropriados (há muitos, alguns grátis outros mediante assinatura, regra geral com generosos períodos de experiência a título gratuito) com jogos entre jogadores em diferentes pontos do mundo e, por vezes, de apenas 1 minuto ou mesmo 30 segundos para ... o jogo todo!!!

isto para abrir o apetite a um (pelo menos...) próximo blog sobre notícias do mundo do xadrez

já agora, está a decorrer o fortíssimo torneio de Bilbao, no País Basco, para quem queira espreitar...

;_)))






observações são bem vindas ;->>>

6 comentários:

Anónimo disse...

Ora aqui temos uma apresentação simples e atraente do jogo de xadrez. É bom ter esta visão de conjunto.
Achei muito interessante saber apenas este Verão que, tal como o xadrez, também o bridge tem uma série de fãs que entram em torneios internacionais com os seus parceiros do costume. Não era nada de novo, como me explicaram, mas para mim foi realmente uma novidade. Que saúdo, como eata do xadrez.
jmco

Lia disse...

As coisas que tu sabes!

Apesar de não perceber nada de xadrez gostei de ficar com umas "luzinhas".

Obrigada!

Beijinho*

mafY disse...

Eu sinceramente mais curiosa não podia ficar. Ainda por cima quando se tocam principios identicos à prática de meditação, como o de integrar uma postura mais desperta no quotidiano. Primeiro, conseguir perceber o papel de todos aqueles personagens dispostos em rigoroso preto e branco e que teimam em ter vontade própria. Já me disseram que quem começa tarde não tem tarefa fácil pela frente, como diria qualquer ensinamento... rigor, concentração e muita, muita paciência..;)))

zeka disse...

.
Talvez como na música e outras artes, de pequenino...

Mas seria interessante saber do sucesso de alguns 'retardatários'?

Magnífica apresentação!

Eu também gostava de aprender a tocar guitarra na 3ª idade hehehe

Sofá Amarelo disse...

Gosto de xadrez embora já não jogue há uns anos. E elucidado fiquei sobre algumas curiosidades sobre tão desafiante jogo. Obrigado!

candida disse...

eu gosto de jogar pião.

kixes gaivotinhas.