2010-09-13

7 em grande



















preferidas:

Lagoa das Sete Cidades - Zonas aquáticas não marinhas
Portinho da Arrábida - Praias e falésias
Floresta Laurissilva da Madeira - Florestas e matas
Paisagem Vulcânica da Ilha do Pico - Grandes relevos
Grutas de Mira de Aire - Grutas e cavernas
Ria Formosa - Zonas marinhas
Parque Nacional da Peneda-Gerês - Zonas protegidas

todo um programa de futuras viagens, descobertas, fruição

oxalá se aproveite a feliz iniciativa para reforçar a protecção dos nossos bens naturais, afinal o que nos caracteriza como território e base fundamental para a salvaguarda e o desenvolvimento das muitas espécies animais e vegetais para quem estas maravilhas são santuários, cartas de alforria e seguro de vida

as escolhas feitas em nada deslustram as demais candidaturas, com bons motivos para melhorarem a respectiva protecção e promoção

felizmente, jametinhamdito que temos muito mais que 7 maravilhas!

e uma só maravilha, a nossa preferida, é já uma bênção a merecer justa homenagem e inteira gratidão!!

para sempre!!!

;_)))



ps - para quem descobrir a localização da Ditosa de Setembro, haverá prémio como habitual, apesar da maravilhosa e uma descaradíssima dica...


observações são bem vindas ;->>>

4 comentários:

Anónimo disse...

Não será no Gerês que encontramos a sua ditosa, António, que aqueles montes ficam demasiado longe da costa; voando para as grutas de Mira d'Aire só se for uma gaivota pronta para recolhimento total. Talvez no Portinho de Rabat, talvez...
jmco

Marta disse...

Olá, boa noite...
Agradeço a visita e sim, a melhor coisa do mundo é ter liberdade para caminhar pelo Parque da Peneda-Gerês (fica-me mais perto) e respirar fundo....
Beijos e abraços
Marta

zeka disse...

.
Pelos vistos... jámetinhasdito.

Da Arrábida não se vê a praia, mas vê-se o céu e o mar.
Bela a vista.

Sofá Amarelo disse...

Já fotografei 3 destas maravilhas mas para ficar ainda mais maravilhado vou ter que fazer a ronda por todas... não sei quando mas talvez um dia... para começar vou ali à Arrábida, já volto....